Ir direto para menu de acessibilidade.
ptenfres

Ecologia Aplicada

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECOLOGIA APLICADA

 

A Secretaria Integrada (SI) é responsável por secretariar de forma integrada os programas de pós-graduação vinculados ao ICN.

Para mais informações: Acesse o site aqui. 

 

O Programa de Pós-Graduação em Ecologia Aplicada visa a formação de profissionais com conhecimentos sólidos em ecologia e conservação. Profissionais que sejam capazes de identificar, diagnosticar e propor soluções mitigadoras e sustentáveis dos impactos antrópicos sobre a biota natural. Cerca de 50% dos egressos encontram-se empregados no setor público ou privado em diversas modalidades tais como IFES, ICMbio, CEMIG, VALE, COPASA, empresas de consultoria e outros. O objetivo do programa voga na formação de profissionais com conteúdo teórico e prático através de diferentes atividades. Disciplinas teóricas e metodológicas fornecem as bases para o aprofundamento na formação dos discentes. Práticas de campo contribuem para a aplicação e consolidação destes conceitos. Por fim, os projetos desenvolvidos nas dissertações e tese buscam atender às diferentes demandas da sociedade, contemplando as mudanças recentes no paradigma da conservação de recursos naturais. O processo seletivo ocorre uma vez por ano para ingresso no primeiro semestre, mas, eventualmente, há processos seletivos para ingresso também no segundo semestre. Todos professores possuem financiamento aprovado em agência de fomento públicas e privadas tais como CNPq, FAPEMIG, CEMIG/FAPEMIG, entre outros, para realização dos projetos, dissertações e teses. As atividades do programa são financiadas pela CAPES através do PROAP. Metade dos professores possuem Bolsa de Produtividade do CNPq. Mais de 80% dos nossos mestrandos possuem bolsas CAPES, FAPEMIG ou CNPq, e todos doutorando possuem bolsa ou trabalham. O programa possui uma área de concentração denominada Ecologia e Conservação de Recursos Naturais em Paisagens Fragmentadas e Agrossistemas. A área de concentração é organizada em duas linhas de pesquisa. Levantamento e Descrição da Biodiversidade e sua Relação com o Ambiente versa no levantamento da biodiversidade biológica em sistemas aquáticos e terrestres e descrição de novas espécies. Já a linha de pesquisa Ecologia e Monitoramento de Ecossistemas sob Interferência Antrópica busca monitorar os efeitos sobre a biota causada pelas alterações antrópicas nos sistemas naturais. O Programa recebeu conceito 5 na última avaliação da Capes.